OBRIGADO POR SUA HISTÓRIA

Palavra Entrelaçada - Novo Espetáculo de Jiddu Saldanha.


Estréia no Rio de Janeiro, 2011.

No 10º Simpósio Internacional de Contadores de Histórias, finalmente, o espetáculo Palavra Entrelaçada teve sua estréia com uma ótima platéia e um resultado satisfatório. O Simpósio é um 
dos mais importantes eventos deste segmento no Brasil. Há 10 anos, realizado no SESC-RIO / RJ vem mostrando o que de melhor acontece no mundo da narração de histórias.
Foi muito bom ter testado o meu novo espetáculo naquele momento tão especial para uma platéia crítica e formada. Um público com fortíssimas referências e já acostumados a ver os melhores artistas vindo de vários países, aprovaram e aplaudiram o “PALAVRA ENTRELAÇÃDA” – Gratidão total!



Histórias e Relatos de Amizade


O Novo espetáculo de Jiddu Saldanha, “Palavra Entrelaçada”, é uma série de narrações onde a amizade entre pessoas e animais são exaltados com o objetivo construir, no coração do público adulto e infantil, a importância de se ter amigos, de se caminhar juntos e viver uma vida onde a palavra solidão é substituída por solicitude e a palavra isolamento é vencida pela força do amor incondicional e desprovido de “interesse”.
Para realizar este espetáculo, Jiddu conta com um repertório que vai desde seu trabalho autoral até pesquisas de lendas antigas de diversas culturas, trazidas para o universo atual e brasileiro.
Algumas histórias contadas neste espetáculo:
  • Tipos de Amizade: “De amigos da Onça” a “Arquinimigos”, nesta fala inicial, impregnada de humor, Jiddu fala dos diversos tipos de amizade, citando inclusive “falsos amigos” até chegar aos amigos de verdade. Para aquecer o público e brincar no velho e gostoso estilo de humor brasileiro.
  • A Incrível História de amizade entre Gilgamesh e Enkidu – Umas das mais antigas narrativas escritas pelo homem, a história do Rei Gilgamesh foi escrita na antiga suméria e reza a lenda, que teria sido o primeiro texto poético escrito pelo homem desde quando a escrita foi inventada.


  • A Lenda de Kintaro: Kintaro é uma antiga lenda japonesa que conta a história de um menino que tinha um curioso grupo de amigos formado apenas por animais. Nas horas vagas ele gostava de passear na floresta e brincar com seus amigos, até o dia em que um desafio maior coloca esta amizade à prova.
  • Os animais e os amigos – Esta história autoral, de Jiddu Saldanha, fala do cotidiano entre o próprio autor e experiência com os animais de estimação. Relatos recolhidos a partir de histórias ouvidas dos próprios amigos. Esses relatos foram amalgamados numa única história onde o valor da amizade de cães, gatos e outros bichos tornam-se uma forma de resolver questões entre humanos e oferecer conforto a corações solitários.
  • O Amigo Desconhecido: Nesta história, Jiddu Relata atos de solidariedade que ajudaram a salvar pessoas em situação de guerra, pobreza, doença e fronteira entre a vida e a morte. Esta história é um resumo não só de experiências pessoais e familiares mas também fatos ocorridos em situação de guerra, onde a amizade fez a diferença.
No Teatro Municipal de Cabo Frio, a noite da estréia em 20.10.2011


Técnicas de narrar de Jiddu Saldanha.

Jiddu Saldanha utiliza como recurso técnico, sua experiência como mímico teatral e ator, mas vai além, sua fala busca uma interação espontânea com a platéia. Em cena, Jiddu narra com um pandeiro na mão e usa sua voz para cantos de sua própria autoria ou de domínio público e alguns compostos especialmente para a estrutura da história a ser narrada.
Recursos como a dança espontânea e o uso de contato interativo com a platéia também aparecem em cada momento, quando é necessário expandir a linguagem narrativa complementar.
O trabalho é todo fundamentado na oralidade mas se abre para cenas onde o silêncio é fluente e presente até a construção da magia no coração do expectador.

FICHA TÉCNICA

Direção Geral e Narrador – Jiddu Saldanha
Figurino – Felipe Silveira e Nicolle Loop
Iluminação: Criação e Execução: Ravi Arrabal – Montagem: Wagner Cabral e Yuri Vasconcelos.
Apoio de produção - Fesq, Tribal
Fotografias – Flavio Pettinichi, Marcos Homem, Alexis Malabi, Alexandra Arakawa
Artista convidado - Fernando Chagas (Violonista)
Consultores: Alvaro Assad e Celso Sisto.

O uso da oralidade e da mímica compõe o estilo de narrar de Jiddu.


Jiddu Saldanha - Breve Currículo.

Jiddu Saldanha estudou com o grupo Morandubetá em 1993 tendo sido aluno de: Lúcia Fidalgo, Benita Prieto, Celso Sisto e Eliana Yunes
Como mímico Jiddu é Discípulo de Everton Ferre e fez aprimoramento com Luis de Lima.

Repertório de espetáculos solos de narração de histórias:

·         Histórias do Brasil e da Conchinchina - narrativas de contos orientais - 2004
·         Japão Brasil 100 anos – 2008. Lendas japonesas recriadas a partir da obra de Mitsuko Kawai este último com mais de 300 apresentações só em 2008.
·         Lendas Mágicas: - Mescla de várias cenas dos outros espetáculos, são cenas que Jiddu conta nas ruas e escolas de Cabo Frio, cidade onde vive atualmente.
·         De Gestos e de Palavras – Espetáculo com mescla de lendas japonesas, mímicas e narrativas orais sobre superação, auto-estima e Humor – 2009 (espetáculo em atividade atualmente).
·         Palavras Entrelaçadas -  (Histórias e Relatos de Amizade) – 2011, estréia prevista para dia 20 de outubro no Teatro Municipal de Cabo Frio.

Cartaz criado por Evelin Martins, especialmente para a estréia do esptáculo, em 2011

Cartaz de Estréia - 2011.